Consultora empresarial aumenta em 106% a hora atendida e fecha dois clientes nas primeiras horas

Com mudanças na comunicação escrita e falada, Malu percebeu que poderia mudar completamente suas vendas e passou a utilizar a persuasão em tudo o que envolvia suas ações profissionais 

Por Verônica Guimarães | Jornalista da 8Ps 

Há sete anos ela decidiu empreender, não aguentava mais a vida exaustiva de executiva. “Meu objetivo era ser dona do meu tempo e sempre tive uma inquietação interna”, conta Malu Monteiro, paulistana. Em uma jornada solitária, passou a assimilar conteúdos que pudessem ajudar a montar algo em busca do novo: “Eu sabia exatamente o que não queria mais para a minha vida”. 

Com uma visão analítica da atuação de colegas no trabalho empresarial, Malu passou a perceber que poderia ajudar a muitos adequando melhor ações e ferramentas rumo a mais e expressivos resultados. E assim percebeu-se enquanto consultora de negócios como forma de otimizar processos. Formou-se coach voltada a negócios e passou a ministrar aulas de gestão empresarial e empreendedorismo. “Mas para empreender com certo resultado, é preciso ter volume de clientes”, pensava ela. 

 “Só que eu achei que, como eu tinha uma certa autoridade no meio corporativo, fosse rapidamente absorvida pelo novo mercado. Me aventurei e cometi erros básicos. Foi, então, que percebi que precisava de um plano de negócios e passei a aprimorar maneiras de me projetar enquanto consultora”, diz ela. Foi quando descobriu Conrado Adolpho e, consequentemente, a Imersão 8Ps.  

Novas descobertas  

E foi durante a Imersão 8Ps, Turma 39, que ela percebeu um novo mundo. “Nada me impediu de estar ali, foram dias extremamente intensos e o Conrado usou de argumentos durante os três dias que me tocaram profundamente”, conta ela. E assim, Malu conta que a apostila “virou a minha vida!”. 

E a vida de Malu passou a ser implementar estratégias 8Ps: a primeira estratégia foi trabalhar sua comunicação para trabalhar uma melhor persuasão com sua persona. “Na escrita passei a usar copywriting nos textos e no momento de vendas presenciais, os pitchs, passei a explorar os gatilhos mentais e passei a argumentar com o objetivo de matar objeções”, conta. 

Apenas reestruturando sua comunicação, Malu efetivou novas vendas: “Fechei dois novos clientes, elevando o meu faturamento ao dobro do anterior. Passei a revender um dos meus livros com um valor negociado junto à editora através de argumentos persuasivos. Utilizei técnicas do Low Hanging Fruits e firmei uma excelente parceria com um portal de treinamentos com um valor de 106% a mais por hora do que eu já cobrava. Meus resultados são intangíveis”, complementa. 

Veja Também...

COMO A DOCE DE COCO TRICOT CRESCEU 5 VEZES EM 5 MESES

Proprietária de fábrica de semijoias aumentou em mais de 300% seu faturamento, depois de participar do Outlier

Empresa de tecnologia biomecânica fatura 239 mil reais em evento

Empresária consegue mais de R$ 14 mil em vendas sem gastar nada em tráfego pago

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.