Empresa familiar de processamento de frutas adota táticas dos cursos do Conrado Adolpho e aumenta sua fatura para mais de 300 mil reais

A Frutipolpa não parou em meio à pandemia e hoje colhe os resultados da dedicação e esforço contínuo da família

Neide é uma das sócias da empresa Frutipolpa e faz parte de alguns treinamentos do Conrado Adolpho, como a Imersão 8Ps, Programa Legacy Society e Outlier. Este último curso tem proporcionado a ela muitos insights para seu negócio que, mesmo diante do crescimento, a empresária notou que havia muito o que aprender e pontos para melhorar na Frutipolpa.

No início da pandemia, a empresa tomou um rumo diferente e foi necessário adotar outras estratégias para que o seu crescimento se mantivesse, sempre pensando a curto prazo e criando estratégias para se diferenciar de seus concorrentes. Nesse mesmo tempo, estavam testando o modelo e-commerce em São José do Rio Preto/SP. Para isso, contrataram uma agência de marketing digital para ajudá-los, entretanto, viram que a agência não estava captando a essência do negócio, visto que não tinham a visão de quem estava realmente dentro da empresa respirando 24hrs o negócio, para passar para ao consumidor e, por isso, o resultado não foi como desejado.

As transformações

Ao longo desse período, a empresa cancelou o contrato com a agência e passaram a fazer as vendas de forma direta, com uma página específica no Instagram, onde os proporcionaram um menor investimento e maior retorno das vendas diretas. Dentre as mudanças feitas, estão: compras mais objetivas; aumento da equipe interna de marketing; fortalecimento das redes sociais, sobretudo o Instagram (@frutipolpa_oficial); renegociação com fornecedores; contratação de novos distribuidores por um modelo de negócio específico que nasceu na pandemia (freezers plotados, consultoria de gestão e marketing, pacote de produtos); humanização da marca, persona, estratégias de criação de autoridade; vídeos da família e stories nas redes sociais. Ao adotarem essas táticas, a empresa começou a enxergar ainda mais lucro, pois, com as estratégias, os custos caíram e isso impactou no faturamento – que passou de 160 mil em agosto/19, para 230 mil reais em agosto/20. A meta para setembro/20 é de 350 mil reais (até a data de 15/09/20 já foi vendido 60% dessa meta).

O plano, agora, é abrir uma loja piloto em outra cidade que já foi definida como “ESPAÇO FRUTIPOLPA”, que será a primeira de muitas e será inaugurada na cidade de Presidente Prudente em 07/11/20. A estratégia é fazer um Instagram e WhatsApp para um atendimento mais humanizado, focando no cliente final, que é um dos conselhos que o Conrado Adolpho deu para escalar ainda mais o negócio.

O B2B também não ficará de lado, pois, além de ter sido responsável por manter a empresa de pé, também tem trazido bons resultados. Em plena pandemia a Frutipolpa lançou 6 novos produtos que são sucessos de vendas. “Hoje somos totalmente diferentes da nossa concorrência. Enquanto muitas Indústrias fecharam, nós nos mantivemos abertos, crescendo, inovando e melhorando o relacionamento com os clientes e nos tornamos benchmarking”, conta Neide.

Neide faz questão de ressaltar que a união familiar, equipe estratégica totalmente alinhada e metas traçadas foram imprescindíveis para o crescimento da empresa.

Powered by Rock Convert

Veja Também...

Com aprendizado das técnicas 8Ps e Outlier, empresários dobram faturamento

Consultório odontológico utiliza as estratégias ensinadas na Imersão 8Ps e no Outlier e aumenta resultados em 8 vezes

Empresária dona de loja infantil faz treinamento Outlier e aumenta faturamento

Empresa produtora de cursos aumenta clientes em 80% após fazer a Imersão 8Ps

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *