Em Menos de Um Mês, Empresária Faz com Que Seu Negócio Cresça 50% e Lucre 230 Mil Reais Aplicando os 8Ps

A principal tática adotada foi focar em produtos que estavam encalhados, trabalhando Instagram e treinar seus colaboradores;  

Por Verônica Guimarães | Jornalista da 8Ps

Certamente você já se deparou com uma dessas lojas multicoisas, que vão de material de papelaria e utensílios domésticos a bijuterias, maquiagem e acessórios, por exemplo. A Morro do Chapéu Importados é uma delas, com dezenoves anos de mercado e fundada pelo pai da baiana Grasielle Béu de Souza, a empresa, até há um ano única na região do Morro do Chapéu (BA), tem encontrado dificuldades em ampliar sua margem de lucro devido à concorrência. Após participar da Imersão 8Ps, Turma 40, ela, que está à frente do comércio como proprietária desde outubro, conseguiu resultados inesperados em atração de clientes e vendas em menos de um mês.

Antes dependente de quem adentrava ao espaço, a empresa, com cerca de 25 mil itens, não tinha de maneira adequada controle de estoque, compra e venda dos produtos e também não trabalhava a motivação de seus colaboradores. “Até então era uma loja com muitos itens e organização confusa. Acredito que, por conta disso e do movimento que vemos na concorrência, quem trabalha com a gente também estava com pouca motivação, o que acabava refletindo também nas vendas. Até bem pouco tempo a nossa era a única loja do tipo em toda a região. Nossa cidade é a maior e a única que conta com toda a estrutura bancária e, por conta disso, recebemos diariamente visitantes das cidades vizinhas”, conta ela.

Durante os três dias em que esteve imersa no maior treinamento de marketing digital e vendas do país, a Imersão 8Ps, Grasielle percebeu que precisaria trabalhar em todas as áreas da loja. “São cerca de 25 mil itens dos mais diversos espalhados entre a loja e mais quatro galpões, não temos o controle do que e quanto tem. Há itens catalogados e outros não e, dos que temos planilhados, não sabemos realmente se temos o produto para oferecer. Além disso, não havia, até setembro, um acompanhamento das vendas, portanto não sabíamos exatamente quanto a loja estava lucrando. Não trabalhávamos promoções como agora, não tínhamos páginas nas mídias digitais, estava tudo bem desorganizado”, conta ela.  

O casamento que deu certo

Seu marido Cláudio, que já havia atuado na empresa do pai anos atrás e havia seis trabalhando em uma multinacional, não pensou duas vezes e decidiu por se unir à esposa. “Nós nos conhecemos através da loja, nos casamos e, agora que eu estou à frente dos negócios, ele voltou para me ajudar e somos uma dupla pela loja, que agora é nossa. Parceria full time”, brinca ela.

Foi então que, empenhada, Grasielle resolveu unir o útil ao agradável e passou a fazer parte de um grupo de mulheres empreendedoras via Telegram (aplicativo de mensagens instantâneas no celular) e, entre as trocas de mensagens, uma das participantes falou sobre a Imersão 8Ps, que iria participar e recomendaria para as que tivessem a vontade de aprender mais sobre o marketing digital e vendas. Ao todo nove mulheres compraram o treinamento e, juntas, passaram a seguir o Conrado nas diversas mídias em que ele atua. “Eu nunca tinha ouvido falar dele e, mesmo assim, resolvi que iria participar. Confesso que achei que o Método 8Ps seria apenas para quem trabalha com o virtual, não imaginei que daria certo para uma loja física como a minha, por exemplo, e me enganei”, comenta.

De posse do negócio

Parte dessa organização passou a mudar justamente quando seu pai decidiu vender para ela a empresa. “Eu estava ali desde meus 14 anos de idade. Comecei aos poucos a frequentar o negócio e, também aos poucos, fui ficando. E, a cada momento, realizando uma atividade diferente: foi da limpeza à administração de compras. Ao longo desses anos todos, tive acesso a todas as áreas e atividades do negócio, então, pude perceber alguns erros e onde poderia ser melhorado. Mas meu pai não me dava espaço para atuar. Foi quando resolvi ir estudar gestão e, vendo meu empenho em outra atividade e consequente afastamento da loja, ele me fez uma proposta para que eu pudesse comprar e alavancar o negócio, até então da família”, argumenta ela.

E foi apenas por esse motivo – o intuito de passar a empresa à frente – que seu pai resolveu montar um acompanhamento das vendas da Morro do Chapéu Importados, em setembro último. “Ele queria vender e não tinha nem ideia do quanto a loja lucrava. Então fizemos esse acompanhamento por um mês e eu dei sequência ao assumir, no mês seguinte”, complementa.

Juntos eles (ela e o marido) começaram, então, um processo de reestruturação do negócio. “Tudo precisa mudar: queremos personalizar o atendimento dos clientes, diminuir filas, ampliar corredores de circulação, trocar prateleiras expositoras, motivar nossos colaboradores. Mas tínhamos que dar o primeiro passo e foi buscar ver o que tínhamos parado em estoque e que poderia ser trabalhado para vender e dar espaço. Com a Imersão 8Ps, tive algumas sacadas e passei a trabalhar um marketing, algo que nem percebemos que estávamos precisando e nunca havia sido feito”, diz.

Os primeiros passos com os 8Ps

O primeiro passo dado por Grasielle foi montar uma página no Facebook e outra no Instagram. “Através delas passei a trabalhar a publicação dos produtos e com eles a ações como o de Oferta Irresistível. A primeira publicação eu fiz em plena Imersão, inclusive. Estava com um brinco de argolas que é vendido na loja a R$4,50, fiz um stories no Insta e trabalhei uma publicação dando valor ao produto e, na sequência, oferta irresistível: a cada brinco vendido (agora ao preço de R$9,90), a consumidora ganharia um bônus, receberia gratuitamente um outro brinco menor, para ser usado no segundo furo da orelha. Resultado? Dos 25 brincos que tínhamos em estoque, 18 unidades foram vendidas. Até então o mesmo brinco era trabalhado cinco reais mais em conta e estava encalhado. Eu fiz a Oferta para teste mesmo, mas um teste que deu certo”, comemora.

Grasielle passou a trabalhar também outras promoções na loja. “Montei a sessão de kit10, são kits promocionais trabalhados com produtos que antes estavam parados, sem saída, e qualquer um dos kits ao valor único de 10 reais. Está funcionando!”, completa.  

E ela não parou por aí! Como percebeu que o movimento da loja precisaria também ser trabalhado, enquanto estava na fila de um banco, teve um insight que poderia ali mesmo aproveitar o movimento e atuar de forma imediata. “Aquelas pessoas que estavam ali na fila, aguardando, estavam do outro lado da rua bem em frente à loja e era muita gente. Eu queria que eles fossem até a loja”, conta. Então, mais que na hora conversou no banco e ligou para o marido que, rapidamente, fez e imprimiu vale brindes e a entregou. “Eu montei na hora uma parceria no banco e distribuí a quem estava na fila um vale brinde, um bônus, e, quem fizesse uma compra de qualquer valor na loja, ganharia imediatamente uma sacola retornável, que eu tinha em estoque preparada como brinde de Natal e que havia tido o custo de R$1,50). Saíram muitas sacolas! E minha ideia deu certo”, conta.

Uma outra ação trabalhada pelo casal no empreendimento foi trabalhar a venda de cartões natalinos que havia parado em estoque e que quase não tinha procura. “O custo dos cartões era de trinta centavo e, até então, estávamos tentando vender a R$2, sem saída. Então, colocamos os cartões expostos junto aos caixa da loja e treinamos os vendedores para que fizessem um Up Sell: ao efetuar o pagamento da compra, o vendedor ainda ofertava um cartão de Natal por apenas R$1 a mais. Deu certo. Praticamente toda a compra feita nas duas semanas que antecederam ao Natal levou ao menos um cartão, foram cerca de 120 unidades por dia”, diz.

Com algumas simples ações de divulgação dos seus produtos, Grasielle passou a ter resultados visíveis, “não sei dizer o quanto cresceu o movimento dentro da loja, mas posso afirmar que em vendas as coisas mudaram de maneira significativa”, conta. Ela se refere ao salto que teve em dezembro, primeiro mês após Imersão 8Ps. “De setembro a novembro os valores do lucro oscilaram entre 140 e 145 mil reais, em dezembro, fechei o mês com praticamente 230 mil reais em vendas, com menos de um mês após a Imersão. Apenas trabalhando ações aprendidas durante o treinamento intensivo”, conclui e festeja.

Resultados após Imersão 8Ps:

. Oferta Irresistível com trabalho de valor agregado ao produto durante a Imersão 8Ps, Turma 40, e venda de 15 unidades do produto com bônus e ticket médio maior;

. Montagem de kit promocional com produtos encalhados com boa saída de vendas;

. Parceria com banco em frente a loja e distribuição de vale brindes para quem efetuasse compra na loja. Resultado de aumento do movimento;

. Treinamento de colaboradores para trabalhar Up Sell com cartões de Natal encalhados em estoque; venda de cerca de 120 unidades ao dia nas duas semanas que antecederam o Natal;

. Aumento de 50% nos lucros da empresa em 20 dias após a Imersão 8Ps.

Powered by Rock Convert

Veja Também...

Empresa familiar dobra o melhor mês de vendas com ações do Método 8Ps

Com 21 mil Seguidores no Instagram, Empresária Descobre como Alavancar vendas Utilizando os 8Ps 

CASE-IMERSAO-8PS-DINO

Case de Sucesso de Mentoranda de Conrado Adolpho é Publicado em 66 Sites de Negócios e, em Dez Dias, Ultrapassa 3 Mil Visualizações

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *